Menu Suspenso

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Quem Somos?

                  O que queremos?




A idealizadora deste blog é bacharel em Administração Pública, pela Universidade Nacional de Brasília (UNB), e nasceu em 1981, e não tem licenciatura em letras, bacharelado em jornalismo, conhecimento de história, teologia ou áreas afins. Essa mulher é antes de tudo o quê? Uma pessoa curiosa, que encontrou nos assuntos correlatos à espiritualidade e ao afro ativismo, vocações prazerosas.

Acho oportuno frisar que meu português não é dos melhores, logo, meus queridos professores tenham paciência comigo, também não possuo o dom da escrita, ok? A verdade é que os textos deste blog não são de minha autoria mesmo, quando muito, eles são resumos do que vasculhei na internet.

Falando agora em primeira pessoa, meu nome é Adriana, sou da cidade satélite de Ceilândia-DF, que está localizada na periferia da Capital Federal (do Brasil). O motivo de eu escolher o nome Hebreu Negro é algo que eu explico depois.

Como já enfrentei certas limitações na vida, que também conto em outro momento, digo que compreendo na medida do possível, o efeito negativo que a discriminação pode exercer sobre o lado psicológico de alguém. Então, por onde começar? Sobre a origem do blog?

Ele nasceu em 2015, quando conheci a tese do Jesus Cristo africano, pouco difundida ainda, no Brasil. Fato é que essa teoria é fascinante!

No ano de 2017, precisei dar uma pausa no projeto porque...Pensando bem agora, talvez eu deva gravar um vídeo, não? Você tem preguiça de ler? Logo abaixo, colo o vídeo, se eu tiver coragem de gravar um.

Para quem prefira continuar lendo, eu pretendo arriscar no mundo do afro empreendedorismo, futuramente, se possível, até para empoderar pessoas e para ter independência financeira, e dedicar-me ao que gosto.

Em todo caso, devo frisar que eu não sou afrodescendente (não aparentemente), pois ainda não fiz um teste genético, a fim de confirmar ou não se tenho um DNA com genes africano, índio, europeu e até judeu, vai se saber...

Mas, eu não posso lutar contra o racismo porque eu tenho pele com pouca melanina? Quem disse isso?

Apesar do viés inicialmente religioso, comercial ou polêmico, o blog é sobretudo bonito, eu acho, mas, preciso corrigir alguns erros. Logo, eu devo antes de tudo:

1- Revisar os mais de 100 textos do blog, que foram criados entre os anos de 2015 e 2016, de forma impulsiva;
2-Verificar se dei os devidos créditos aos autores de certos conteúdos, incluindo citar os donos das imagens utilizadas, etc;
3- Retirar as partes que ensejam o ódio, porque o mal não se combate com o mal.
4- Fazer novas publicações e quem sabe concretizar o lado comercial.

Sobre se eu sei fazer um blog sem cometer nenhuma ilegalidade, acho que eu não sei. Como faz isso? Se alguém souber, avisa-me, por favor!

Sobre o ódio, só o amor constrói mesmo, pois "o amor cobre todos os crimes" (palavras da sagrada Torá).

E eu pergunto: qual será o real sentido da vida? O que eu vim fazer neste planeta? Talvez seja isso, digo, um blog!

Termino oferecendo um cordial abraço a todos! E o vídeo vou gravar já já...co,oco aqui.


Paz e Afro Axé!

                                                                                                                                
Adriana Souto
Nosso contato: 

contato@hebreunegro.com (e-mail temporariamente desativado)
hebreu.negro144@gmail.com (e-mail reativado)
hebreunegro@yahoo.com.br


Inté! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário