Menu Suspenso

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Quem Somos

                  O que queremos?




A idealizadora deste blog é bacharel em Administração Pública, pela Universidade Nacional de Brasília (UNB), nasceu em 1981 e não tem formação em jornalismo, história, teologia ou áreas afins. Essa mulher é antes de tudo uma pessoa curiosa, que encontrou nos assuntos correlatos à espiritualidade e ao afro ativismo, uma vocação prazerosa.

Falando agora em primeira pessoa, meu nome é Adriana, sou da cidade satélite de Ceilândia-DF, que fica localizada na periferia da Capital Federal (do Brasil). E qual o motivo de eu escolher o nome Hebreu Negro? Disso eu falo depois.

Sou uma pessoa que luta a muito tempo contra certas limitações, principalmente contra discriminação de qualquer tipo. Logo, com respeito ao blog, que nasceu em 2015, eu assumi o compromisso de abordar a tese do Jesus Cristo afro, que poucos conhecem no Brasil. Pretendo também citar outros  temas relacionados ao ativismo anti racismo em geral. Em 2017, infelizmente, precisei dar uma pausa no projeto, devido à circunstâncias pessoais, retornado só agora em 2019.

Reconheço, meus amigos, que eu não tenho o dom da escrita, o que não me impediu de estar aqui, trazendo artigos que julgo interessante, correto? Isso porque, reconheço, eu sou uma idealista, pseudo blogueira, muito ingênua, espiritualizada e pretensiosa empreendedora, na melhor das hipóteses. Simmm! Eu quero arriscar no mundo do afro empreendedorismo, a fim de, inclusive, empoderar pessoas, por quê não? Em um futuro próximo...Então, embora o projeto não tenha nascido altruísta, findei apaixonada pela genialidade de alguns afrodescendentes do mundo todo. E os fins justificam os meios, logo, se conseguirmos o empoderamento afro, já estaremos com um sorriso no rosto.

Em tempo, friso que, os textos deste blog não são de minha autoria, eu faço um apanhado de fontes, e isso obriga-me à caprichar na dedicatória, citando minuciosamente cada fonte. E eu não sou afrodescendente (não aparentemente), ou seja, eu ainda não fiz um teste genético para confirmar ou não se tenho um DNA com genes afro, índio, europeu e até judeu, mas isso não me impede de combater o racismo criado por meus pares.

Quero ressaltar, pra finalizar, que apesar do viés inicialmente religioso, o blog resultou em um ativismo de dar gosto. Chegou a hora então, de arrumar a casa e: 1-revisar os textos do blog, 2-verificar se dei os devidos créditos, 3-retirar as partes que ensejam o ódio, 4-fazer novas publicações e 5-concretizar o lado comercial, se possível.

Não pretendemos pregar o ódio aos racistas, ok? Que isso fique claro, afinal, eu sou uma estudante de cabalá autêntica, que prega o amor ao próximo.

Como eterna questionadora do real sentido da vida, sujeita à falhas, e que sonha em ver um mundo cada vez melhor, te recebo de braços abertos meus amigos!

Paz e Afro Axé!

                                                                                                                                
Adriana Souto
Nosso contato: 

contato@hebreunegro.com (e-mail temporariamente desativado)
hebreu.negro144@gmail.com (e-mail reativado)
hebreunegro@yahoo.com.br


Te saúdo com um abraço fraterno! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário