Menu Suspenso

sábado, 10 de outubro de 2015

Geledés

Instituto da Mulher Negra.
Se você não conhece, não sabe o que está perdendo!


Definitivamente, o criador não me brindou com a o dom da escrita. Não me pertence a arte da criação literária, nem o brilhantismo da crítica bem construída. Ok! Eu confesso: "tenho inveja de quem sabe fazer com as letras um universo de prazer para quem lê". E já que estou nesta condição, quero honrar aqueles que dominam esta arte, e aproveitar para presentear os leitores e ativistas sociais, que, ainda não conhecem o Geledés, de forma que descubram esse excelente projeto.

APRESENTO O SITE : GELEDÉS - INSTITUTO DA MULHER NEGRA.

Então, é um site com conteúdo feminino? 

Não, mas, o instituto é dirigido exclusivamente por mulheres negras, apoiadas por diversas equipes de trabalho, compostas de homens e mulheres, negro/as e brancos/as, sem distinção de solidários aptos a ajudar com suas propostas de ações política.

Negras, mulheres, lindas, guerreiras, humanistas, e sábias divas da oratória ativista, criaram o site que você não pode deixar de ler. 

Ele é mais que um site!

O Geledés  foi criado em 1988, como uma organização política não governamental, uma - ONG - composta de mulheres negras, que tem por missão institucional lutar contra o racismo e o sexismo, isto é, contra toda forma de discriminação, e a favor da valorização e promoção das mulheres negras, em particular, bem como da comunidade negra em geral.

Origem do nome.

O termo - Geledé - faz referência a uma forma de sociedade secreta feminina, de caráter religioso, existente nas sociedades tradicionais yorubás, que expressa o poder feminino, sobre a fertilidade da terra, a procriação e o bem estar da comunidade.

O Instituto da Mulher Negra - Geledés - tem atuado em parceria com diversas organizações do movimento social (sociedade civil organizada), nas áreas política e social, em âmbito racial, de gênero, com projetos sociais voltados à educação, saúde, comunicação, mercado de trabalho, pesquisa, e no sentido de interferir na definição de políticas públicas, que objetivem a eliminação das discriminações sofridas por mulheres, negros, populações pobres e discriminadas.. Na década de 90, a Geledés, participou de movimentos da ONU, no sentido de sensibilizar tanto o governo, quanto a sociedade civil, para que se discutisse o processo de exclusão destas populações.

Sucesso! 

A organização tem obtido sucesso, registrando intervenções políticas nos âmbitos nacional, regional e até internacional.

Lema:

Realização do princípio de igualdade de oportunidades para todos.

Relação dos Prêmios, Diplomas e Menções do  Geledés:

Prêmio Direitos Humanos, criado pelo decreto de 8 de setembro de 1995, concedido pelo Ministério da Justiça, no Dia Mundial de Direitos Humanos, na categoria Organizações Não Governamentais, recebido em 10 de dezembro de 1996, das mãos do Presidente Fernando Henrique Cardoso.



Prêmio de Direitos Humanos do governo da França, recebido do primeiro ministro Lionel Jospin, em Paris, em 10 de dezembro de 1998, nas comemorações do governo francês ,pelo Cinquentenário da Declaração Universal dos Direitos Humanos.



Prêmios Geledés WebSite: Selo Nota 10 – Prêmio oferecido pela Dhnet – Rede de Telemática Direitos Humanos & Cultura, ao site do Geledés Instituto da Mulher Negra, por sua performance de qualidade, conteúdo e apresentação visual sobre o tema Direitos Humanos em língua portuguesa. 



O projeto GERAÇÃO XXI - uma parceria estratégica da Fundação BankBoston, da Fundação Cultural Palmares e o Geledés Instituto da Mulher Negra foi um dos finalistas do Prêmio ECO – Reconhecendo a Cidadania Empresarial, promovido pela Câmara Americana de Comércio ( AMCHAM/Brasil ), por sua inegável relevância comunitária.



XVI PRÊMIO FRANZ DE CASTRO HOLZWARTH, de Direitos Humanos, 1999, oferecido pela OAB/SP – Comissão de Direitos Humanos. 
________________________________________________________________________________________

Concurso Desafio de Impacto Social Google|Brasil - 2014.


 Houveram outras premiações, menções, diplomas, e tantas formas de reconhecimento ao brilhante trabalho desenvolvido pelo Geledés.

Áreas de atuação do Instituto:


Acompanhem os projetos do Geledés, as publicações, artigos e reflexões em pauta, casos de preconceito, e muito mais, no site, facebook ou  twiter do instituto, em:

Nenhum comentário:

Postar um comentário