Menu Suspenso

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Veja Preto, pense Preto, seja Preto!

Basta de Eurocentrismo!


Para refletir, algumas palavras de Amos Wilson, sobre a necessidade de revermos os livros de história, que foram escritos sob manipulação, para exaltar as classes dominadoras (os colonizadores, os europeus, os brancos, os ricos...):

"Enquanto a nossa própria história não é íntima e indissoluvelmente entrelaçada, com tudo o que fazemos, com todos os estudos que realizamos, não é representada no nosso Universo, em nossos edifícios e em nossas paredes, em nossas casas e em nossas ruas, então precisamos estudar história, mais conscientemente do que os europeus! Nós não podemos sempre seguir a rota dos europeus. Eles constroem a história nos livros e, em seguida, eles constroem-na para o mundo, ou vice-versa. Eles podem reduzir a atenção aos livros, mas, a história ainda está lá, e ainda em funcionamento no mundo. Portanto, temos que esquecer o que os europeus estão fazendo, e como os europeus estão estudando ou não estudando história, porque ... NÓS NÃO ESTAMOS EM SUA SITUAÇÃO! Portanto, fazer as coisas à sua maneira (a maneira europeia) leva à resultados prejudiciais e diferentes para nós"( A falsificação de Consciência Africana, p. 20, 1985). 


Veja preto, pense preto, seja preto!

"Os africanos e pessoas de ascendência Africana devem assumir a responsabilidade primária, e a liderança em pesquisa histórica, se [não] quisermos continuar a deixar praticamente, toda a investigação histórica, importante e escrita, a respeito da raça negra, para o homem branco.  Mas, se  quiserem deixar nas mãos brancas, essa importante função, terás de: em seguida, estar preparado, para aceitar, sem reclamar, o ponto de vista do homem branco" (Chancellor Williams).


O inspirador/autor desta postagem é o Isidro

Quem é Isidro? É um africano e ativista da causa negra, autor de Africanos de pensamento livre, comunidade do Facebook. Dele advém fotos e frases memoráveis. Como esta imagem abaixo, inteiramente emblemática, fazendo jus ao tema do nosso blog...



Em suma, o que se pretende com estas palavras?

Entendemos o seguinte: o homem negro acostumou-se à receber do branco dominador (os europeus da antiga colonização) pensamentos, conhecimentos, ideologias e tudo que advém destas coisas. Mas, agora, deve-se recuperar a autoestima negra, a identidade ancestral do negro, revelar a beleza negra, e corrigir o mal que o racismo de outrora infringiu. Logo, não é justo, por exemplo, dar uma boneca loira, para uma criança negra. Então, há correções que precisam ser feitas, seja na história ensinada nas escolas, seja nas explicações religiosas, e por aí vai.  Eu certamente, não conseguirei me fazer entender, com este parágrafo, mas, as palavras citadas anteriormente, traduzem muito do que quero dizer. Que você acorde e realize a mudança que for necessária. Eu entendi que Jesus foi negro, e as coisas que ensinam nas igrejas, nas escolas e na mídia, muitas estão erradas. A raça humana cometeu graves erros contra os negros, contra os colonizados, contra as mulheres, os homossexuais, contra as classes menos favorecidas, contra toda sorte de injustiçados e maltratados, pelo mais forte, ignorante e egoísta. Precisamos nos reconciliar, admitir que erramos e consertar o erro. Sejamos mais razão, mais humildade, mais justiça, mais união, e fazer o que é certo...

Hora de acabar com o Eurocentrismo!
Mas, sem ódio no coração!

Paz !

Nenhum comentário:

Postar um comentário