Menu Suspenso

sexta-feira, 24 de julho de 2015

(04) Biblicamente, teoria diz que, Jesus era negro, e que os negros são o verdadeiro povo santo, são descendentes dos antigos hebreus.

Essa teoria, sobre os hebreus serem negros, e Cristo também, pode ser provada?  

Como saber quem são os verdadeiros hebreus, hoje em dia? 

Nós já vimos que, a aparência física dos hebreus era idêntica à dos egípcios, e que estes eram negros (vermelhos). Logo, os hebreus também eram negros.

Veja este vídeo:

Vamos então, adentrar uma outra questão, aquela que questiona o motivo de os negros terem sofrido tanto, ao longo da história humana, seja com a escravidão, seja com o racismo,etc. Siga-me! 

Já se perguntou por que os negros sofreram tanta perseguição ao longo da história? 

Será que isso é porque eles são realmente um povo santo? E seria por isso que sofrem tanto, porque estariam debaixo de uma maldição, por terem sido rebeldes.Vejamos: Deus fez aliança com Israel, e caso fossem desobedientes, sofreriam consequências. São as ditas maldições (Lev. 26:14-46).

Daniel 9:11 diz – "Sim, todo o Israel transgrediu a tua lei, desviando-se para não obedecer à tua voz; por isso a maldição e o juramento, que estão escritos na lei de Moisés, servo de Deus, se derramaram sobre nós; porque pecamos contra ele".

Então é isso? os negros de toda a humanidade, de todos os tempos, sofreram tais maldições, porque são o povo escolhido de Deus? Segundo os defensores desta teoria, sim! Exemplos de maldição: escravidão, racismo, pobreza, assassinatos ...

Vejamos:

"...e sereis feridos, diante de vossos inimigos; e os que vos odeiam, de vós se assenhorearão" (tornar-se senhor de vós) Levítico 26:17 


"...vosso céus sejam como o ferro, e a vossa terra como cobre (Lev.26:19).E em vão, se gastará a vossa força; a vossa terra não dará a sua colheita, e as árvores da terra não darão o seu fruto". (Levítico 26:20).


"...trarei sobre vós a espada". (Levítico 26:25).

"...então enviarei a peste entre vós". (Levítico 26:25).

Image Courtesy: European Commission DG ECHO
"...e espalhar-vos-ei entre as nações..."(Levítico 26:33).

Navio negreiro de Johann Moritz Rugendas. Escravos em um porão de embarcação

Em Deuteronômio 28: 15  diz: se não deres ouvidos à voz do Senhor teu Deus, para não cuidares em cumprir todos os seus mandamentos e os seus estatutos, que hoje te ordeno, então virão sobre ti todas estas maldições, e te alcançarão...E o verso 16  diz: maldito serás tu na cidade, e maldito serás no campo. Então, a maldição os alcança em qualquer lugar. Qual é o grupo  que compõe a grande maioria de pessoas pobres das grandes cidades? Que hoje residem nos morros, favelas, periferias? Quem compõe a grande maioria dos que se encontram nas prisões, nos orfanatos, mendigando nas ruas? São os descendentes dos escravos, segundo descreve o blog Hebreu Israelita. Os dados do IBGE indicam que, 77,9 % da população pobre brasileira é  negra, enquanto 72,9% da população mais rica é branca.

Favela da Rocinha


Em Deuteronômio 28: 25  diz: o Senhor te fará cair diante dos teus inimigos; por um caminho sairás contra eles, e por sete caminhos fugirás de diante deles, e serás espalhado por todos os reinos da terra. Note que, os judeus brancos (os israelitas do atual Israel) compõe o exército mais bem preparado do mundo contemporâneo (já ouviu falar do KrávMagá?), e não perderam as guerras que vivenciaram na modernidade, como a guerra de 1948-49, a guerra de 1956, a de 1967 (Guerra dos seis dias), a de 1973 (Guerra do Yom Kippur)...

KrávMagá

Então, qual grupo caiu diante do inimigo? E que fugiu, e foi perseguido, e espalhado no mundo? Que foi escravizado, assassinado cruelmente, por membros do KKK, linchados, queimados vivos, acoitados, cujas mulheres foram estupradas, e os filhos pequenos vendidos como mercadoria, abandonados em orfanatos, por imposição do governo, porque sua família não tinha boa estrutura? Quais são assassinados por policiais, tratados com preconceito-racismo? Quem foi espalhado à força, através do tráfico negreiro, em  todos os cantos da terra?

KKK


Em Deuteronômio 28: 29  diz: não prosperarás nos teus caminhos; porém somente serás oprimido e roubado todos os dias, e não haverá quem te salve. 

Agora veja o que diz o blog Hebreu Israelita relata:

Nos EUA, a nação mais rica do planeta, os “Negros” ainda não prosperam como outros grupos. Por outro lado, os judeus (judeus brancos, pseudo-israelitas, descendentes dos kazares) prosperam. Estes judeus são os grandes proprietários da indústria da guerra, da indústria da música e do cinema, emissoras de TV, mídia impressa (jornais e revistas), bancos, tanto a nível nacional como internacional. Os judeus israelenses estão prosperando, como este artigo do Chicago Sun, de14 de maio de 2000 afirma: 

“quando se trata de negócios e oportunidade  de investimento fora dos EUA, há poucos lugares mais populares do que Israel. Mais dinheiro do capital de risco está sendo gasto, em Israel, do que em qualquer outra nação, exceto os EUA. Ao todo, o investimento estrangeiro, em Israel somou cerca de US $ 3,5 Bilhões, em 1997, acima dos US $ 1,5 Bilhões, em 1996, e US $ 400 Milhões, em 1992. Há também mais empresas sendo formadas, em Israel, do que em qualquer outra nação: cerca de uma empresa de tecnologia de Home-Grown é iniciada a cada três dias. Mais de 100 empresas israelenses, quase  todas elas no setor de alta tecnologia, são negociadas na bolsa de valores em Nova Iorque. Isso só nos EUA.=, e no Canadá têm mais."

Isso soa como um povo que não está prosperando? Isso soa como um povo que é oprimido e roubado?

A resposta é NÂO. Já os descendentes de escravos, os negros, viveram sob opressão, por mais de 400 anos, sendo roubados de sua cultura, língua de origem, e invenções (veja a postagem: "O Legado Roubado - Stolen Legacy (livro)", de 29 de julho de 2015.


Em Deuteronômio 28: 30  diz: Desposar-te-ás com uma mulher, porém outro homem dormirá com ela; edificarás uma casa, porém não morarás nela; plantarás uma vinha, porém não aproveitarás o seu fruto.

Qual grupo teve suas mulheres estupradas, por senhores de engenho. Qual grupo construiu as casas grandes, para o senhor de engenho nelas residir, enquanto a si próprios restava viver sob más condições, nas senzalas? Que grupo plantou e lidou com a terra, para o seu senhor branco, senhor dos escravos lucrar?

Recorro mais uma vez ao blog Hebreu Israelita, que prova:

J.A. Steadman, um comerciante de escravos, fez um relatório sobre seus 5 anos de expedição, em navios negreiros:

“Se um negro e sua esposa  tivessem grande afeição um pelo outro, e a mulher fosse bonita, esta tinha de ceder aos toques repugnantes dos traficantes de escravos, caso contrário, teria de assistir seu marido sendo cortado em pedaços. Muitas delas adulteravam, para evitar que isso acontecesse”.

Muitos foram os relatos que, detalharam como os comerciantes e senhores de escravos estupravam as mulheres “negras”. 

Tijolo por tijolo, os “negros” construíram quase todas as grandes cidades desta nação (EUA). Eles construíram as mansões onde, os senhores de escravos moravam, enquanto eles foram forçados à viver em más condições. Plantaram, não somente videiras , mas café, laranja e todo tipo de cultura e não puderam sequer desfrutar de qualquer dos seus frutos. 

Em Deuteronômio 28: 32 e 41  diz: Teus filhos e tuas filhas serão dados a outro povo, os teus olhos o verão, e por eles desfalecerão todo o dia; porém não haverá poder na tua mão. Filhos e filhas gerarás; porém não serão para ti; porque irão em cativeiro.

O que o tráfico negreiro fez? Filhos e filhas roubados de seus pais, e vendidos como animais.

Em sua autobiografia, de 1745, o ex-escravo Olaudah Equiano relata sua experiência:

“Eu me lembro que, no navio em que fui trazido… havia vários irmãos que foram vendidos em lotes diferentes e, nessa ocasião, foi muito comovente assistir essa cena e ouvir seus gritos de despedida”.

Falamos deste escravo, Olaudah em: "... os Ashantis, Olaudah Equiano, Yaa Asantewaa e os Costumes Hebraicos na África", do dia 28 de outubro de 2015.

O relato de Olaudah Equiano é atual, pois, até hoje, as crianças “Afro-americanas” ainda estão sendo levadas de seus pais. Existem mais de 600 mil crianças em serviços de Bem-estar infantil, nos EUA, e 70 à 80% delas são “negras” (Blog Hebreu Israelita).

Em Deuteronômio 28: 43 e 44  diz: O estrangeiro, que está no meio de ti, se elevará muito sobre ti, e tu mais baixo descerás. Ele te emprestará a ti, porém tu não emprestarás a ele; ele será por cabeça, e tu serás por cauda.

Os EUA têm mantido uma escala étnica, que coloca os EUROPEUS e ASIÁTICOS sobre os negros, com uma aceitação social infinitamente maior.
  • JUDEUS (pseudo-israelitas brancos, os descendentes dos kazares) controlam: casas de câmbio, bancos, instituições financeiras , indústria do cinema, imprensa; 
  • ÁRABES controlam o comércio de comestíveis e Fast Food;
  • ASIÁTICOS controlam os departamentos de roupas e salões de beleza;
  • INDIANOS controlam as lojas de conveniência e postos de gasolina;
  • Os BRANCOS controlam todo o resto;
  • Os HEBREUS (negros) têm pouco ou nenhum negócio próprio, em suas comunidades.
Em Deuteronômio 28: 48  diz: "...e sobre o teu pescoço porá um jugo de ferro, até que te tenha destruído". Em Deuteronômio 28: 49  diz: "o Senhor levantará contra ti uma nação de longe, da extremidade da terra, que voa como a águia, nação cuja língua não entenderás".


Segundo Hadassah Yashurum:

Se observamos todas as nações que vieram contra Israel (EGITO, ASSÍRIA, MEDO-PÉRSIA, BABILÔNIA, GRÉCIA E ROMA), estas mesmas nações estavam  situadas em torno do “ORIENTE MÉDIO” (GRÉCIA E ROMA estão na Europa, mas, não ficam muito distantes de Israel). Israel antigo (negro) estava muito familiarizado com essas nações e as suas línguas. Israel estava acostumado à ir e voltar dessas nações a pé, de camelo ou de barco.

Então, de qual nação a profecia está falando? 

Do HEMISFÉRIO OCIDENTAL, o continente americano, as 3 Américas! Se você olhar em qualquer Mundi, e procurar pelo chamado “ORIENTE MÉDIO”, poderá comparar a distância entre os EUA e ISRAEL, e verá que ficam distantes de uma extremidade a outra  da terra. A América não só fica muito longe de ISRAEL, como também fica na extremidade da terra.

As escrituras mencionam ainda que, esta nação é rápida como o voo de uma águia. Não é apenas mera coincidência QUE, o símbolo nacional dos EUA é a águia.  Quando os traficantes de escravos chegavam à costa da África Ocidental, os hebreus não entendiam a língua deles. Na narrativa do escravo OLAUDAH EQUIANO (já mencionado), ele fala de seu primeiro encontro com comerciantes de escravos europeus:

"A complexão deles também muito diferia da  nossa, seus longos cabelos, e a linguagem que eles falavam, era tudo muito diferente de qualquer língua que tivéssemos ouvido. Nosso povo não tinha conhecimento algum de português, inglês ou as várias outras línguas que os escravistas falavam”.

Em Deuteronômio 28: 68  diz: E o Senhor te fará voltar ao Egito em navios, pelo caminho de que te tenho dito; nunca jamais o verás; e ali sereis vendidos como escravos e escravas, aos vossos inimigos; mas não haverá quem vos compre.

Hadassah Yashurum explica:

O EGITO é sinônimo de OPRESSÃO, ESCRAVIDÃO, CATIVEIRO e AFLIÇÃO.

Nas escrituras o  EGITO é referido como:
  • Casa da servidão (EX 13:3,14 / 20:04 – DEUTERONÔMIO 5:6 / 7:8 / 26:6);
  • Fornalha de ferro (DEUTERONÔMIO 4:20);
  • Fornalha da aflição (ISAÍAS 48:10);
  • O EGITO era o símbolo da dura escravidão dos Hebreus (EX 1:13-14).
O que este verso está dizendo é que: Israel seria entregue a um “EGITO” (lugar opressivo, poderoso/ lugar de servidão/ cativeiro), em navios (TRÁFICO NEGREIRO).



Mas, depois da maldição, segundo a bíblia, "SE"...(sob certa condição)... virá a benção:

Quando estiverdes em angústia, e todas estas coisas te alcançarem, então, nos últimos dias, voltarás para o Senhor teu Deus, e ouvirás a sua voz. (Deuteronômio 4:30).

Obs: Todos os dados desta postagem advém do blog Hebreu Israelita, que trata de questões religiosas; entretanto, advirto que o/os autores do blog citado, não veem Jesus Cristo como o verdadeiro Messias.  

Disponível em: https://hebreuisraelita.wordpress.com/2012/01/.Acesso em 24 jul. 2015.

ALERTA!  

E, lembre-se disto:  

Dizer que este povo "santo" (hebreu negro, israelita legítimo)  sofreu maldição, não é o mesmo que querer justificar tanto sofrimento, que foi enfrentado pelos africanos e negros de toda a história da humanidade, porque nosso objetivo, neste blog, não é justificar o sofrimento, não achamos que eles (negros) sofrem porque merecem, isso não é assim, o que pretendemos é mostrar que, esse povo (negro), pode sim, ser o povo santo, escolhido por Deus (biblicamente falando), e portanto, Jesus teria sido negro, e isso seria muito interessante, especialmente para um cristão negro, de qualquer parte do mundo, saber que o Cristo, que viria, que virá, teria de vir com a aparência que teve nesta terra, ou seja, viria nas nuvens do céu, e todo olho o veria, sim! um negro! um Jesus negro! que fascinante e inesperado fato! o mundo todo, acostumado a pensar em um Jesus branco, de olhos azuis, esse mesmo mundo racista, não todos, mas uma parcela significativa, ter de receber um Jesus negro? Seria incrível!
Paz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário